Nossa História

Linha de Produtos

Empresas Veiculando

ManagerZone Futebol

Business Game

Últimas Notícias

Fale Conosco

Shell   
Bob´s   
Varig   
Jornal Agora   
mais clientes    


 Nome de usuário
 Senha
 Lembre-se de mim


26 de Abril de 2004

Novidades
Os videogames sempre foram alvo de críticas por parte de muitos médicos que o apontavam como uma prática prejudicial à saúde. Mas quem diria que pode ser justamente o contrário?



Pesquisadores do centro de saúde de Beth Israel, em Nova York, apresentaram recentemente um estudo que concluiu que médicos que passam de duas a três horas por semana jogando videogames são mais habilidosos e comentem menos erros durante cirurgias de laparoscopia.

A laparoscopia usa minúsculas câmeras que são controladas por joysticks e os cirurgiões, em geral, podem praticar a técnica por meio de simulações de vídeo. O estudo avaliou 33 médicos o período de maio a agosto de 2003, que foram submetidos à análise de habilidade motora, tempo de reação e coordenação entre visão e as mãos, por meio seções de videogame.

Uma das conclusões do estudo foi que, com o videogame, é possível desenvolver senso de toque e sincronismo bem como a intuição no uso de dispositivos de manipulação. Os números da pesquisa ainda revelaram que os médicos que se divertem com os jogos eletrônicos são 27% mais rápidos nas cirurgias e comentem 27% menos erros do que seus companheiros que não se praticam o “esporte”.

Agora, você estudante de medicina, não vá usar isso como desculpa para levar seu videogame para o centro cirúrgico.



(2301 leitores) Leia mais (1141 bytes restantes) Envie esta matéria para um amigo Versão de Impressão

 
· Mais sobre Novidades
· Notícias por Admin