Nossa História

Linha de Produtos

Empresas Veiculando

ManagerZone Futebol

Business Game

Últimas Notícias

Fale Conosco

Shell   
Bob´s   
Varig   
Jornal Agora   
mais clientes    


 Nome de usuário
 Senha
 Lembre-se de mim


23 de Junho de 2006

Novidades
Fogo cruzado - Idéias que se espalham e vendem


Agência promove apresentação "Wildfire - Ideas that spread and sell"

Apresentando cases do presente - muitos premiados dia a dia aqui em Cannes - a Leo Burnett propôs uma visão do futuro da propaganda para os delegados presentes no salão principal do Palais du Festivals. A agência promoveu nesta tarde o seminário "Wildfire - Ideas that spread and sell" ("Fogo cruzado - Idéias que se espalham e vendem"), apresentada pelo diretor mundial de criação Mark Tutssel.

O recado do principal executivo de criação da rede foi enfático: "mais Titanium, menos TV". "Pela primeira vez, neste ano, a audiência global de TV caiu no mundo, enquanto a maioria dos jovens com menos de 25 anos já passam mais tempo o­nline do que em frente a um televisor", destacou Tutssel.

A palestra contou ainda com a participação de Paul Kemp-Robertson, editor da Contageous Magazine, e de Ruth Lee, diretora de criação da Leo Burnett chinesa.

Em sua apresentação, Ruth desfiou uma série de cases de sucesso do mercado asiático, enfatizando o papel dos jogos o­nline nas novas estratégias de comunicação. "Ficou constatado que a
exposição de marcas nos games garante um recall 30% maior do que na propaganda tradicional de TV", destacou Ruth.
Nos Estados Unidos os jogos já possuem um público cativo de 112 milhões de usuários, enquanto a população adulta européia que mantém o mesmo hábito já é estimada em 19%.

Na lista de grandes campanhas, o seminário apontou alguns trabalhos vencedores em Cannes neste ano, como a campanha "Lynx Effect", do desodorante de mesma marca da Unilever, criada pela Universal McCann, da Australia, vencedora do Grand Prix de Media Lions, entre outros Leões em diferentes categorias. Também foi destacada a campanha para o Golf GTI, da Volkswagen, da Crispin, Porter + Bogusky, que levou GP em Cyber e em Promo.

Até uma campanha brasileira de merchandising - a ação da Superbonder, feita pela DM9DDB no programa Big Brother - foi destacada no telão, para espanto de parte da platéia, que estranhou a gritaria do apresentador Pedro Bial, em portugês.

Tutssel destacou que a apresentação foi inspirada em uma série de quatro estudos, feitos entre 1987 e 2006, junto a 100 campanhas mais premiadas mundialmente em cada ociasião. O resultado prático, segundo ele, é incontestável. "Nesses 15 anos, 86% das campanhas mais premiadas provaram que, além de criativas, são eficientes para os resultados dos clientes", afirma. "Vivemos uma época de mais integração e menos fragmentação, uma época em que o desafio é criar uma idéia que possa se espalhar para todas as direções".

Fonte : Meio & Mensagem - 23/06/2006 - Autor : Arnaldo Comin


(2446 leitores) Leia mais (3557 bytes restantes) Envie esta matéria para um amigo Versão de Impressão

 
· Mais sobre Novidades
· Notícias por Admin